Como desenvolver uma liderança forte


Por meio de três princípios: Compromisso, Disciplina e Relacionamento.

1- Compromisso: todo crescimento começa com compromisso. Nos tornamos semelhantes àqueles com quem nos comprometemos. Nossa igreja será conhecida pelo nível de compromisso que tivermos como membros. Um líder precisa se comprometer com Deus e com o seu propósito, se deseja ver sua célula crescer espiritualmente. Uma célula comprometida com Deus e com a Igreja, com certeza se multiplicará. Jesus exige compromisso dos seus discípulos. Não podemos seguir a Jesus sem compromisso.

2- Disciplina: os hábitos são formados por disciplina e repetição durante um certo tempo. Depois que os hábitos são formados, eles dificilmente são removidos. Os hábitos são também chamados de disciplina espirituais. Elas são muitas, mas podemos resumi-las em três grupos; precisamos colocar Deus em primeiro lugar no nosso tempo (Mc 1.35), dinheiro (1Co 16.2) e relacionamento (Hb 10.25). Uma célula em que as pessoas buscam se disciplinar nestas áreas, com certeza crescerá sadia.

3- Relacionamento: nossa personalidade é formada pelo nosso relacionamento com nossos pais e irmãos. O mesmo acontece na vida espiritual, nós crescemos quando nos relacionamos com pais e irmãos espirituais sadios. Todos nós precisamos em nossas vidas de um Paulo, de um Barnabé e de um Timóteo. Paulo aponta para o nosso discipulador, aquele que fala em nossa vida. Barnabé é aquele que caminha conosco, é o nosso companheiro de jugo. Timóteo é o nosso filho na fé, nosso discípulo. Todos nós precisamos de um pai espiritual a quem possamos imitar, mas também de um irmão que possa caminhar conosco. Todavia, o crescimento só se completará quando tivermos um filho espiritual.

A partir desses princípios, podemos estabelecer uma célula saudável. Possuindo um compromisso firme com Deus, que caminha de forma disciplinada e que se relaciona entre si dinamicamente.

“Porque de vós repercutiu a palavra do Senhor não só na Macedônia e Acaia, mas também por toda parte se divulgou a vossa fé para com Deus, a tal ponto de não termos necessidade de acrescentar coisa alguma.” (1Ts 1.8).

Como Lidar com a Inveja 3



Continuando…
Você não precisa e não deve sentir inveja de ninguém. O que o outro faz, você pode fazer. Basta ser tão competente e trabalhador quanto ele. Siga seu exemplo. Antes de dizer que alguém tem sorte, nasceu de “quina pra lua”, procure ver primeiro a sua trajetória. Certamente irá se surpreender com as horas, dias e anos dedicados a estudos, planejamentos, trabalho árduo, e verá que tal sucesso não aconteceu por acaso, ao contrário, foi planejado, sonhado e decidido em cada detalhe. Muitas vezes, enquanto você talvez estivesse jogando uma pelada de futebol, comendo seu churrasco, aquele que hoje é taxado de sortudo, estava planejando seu futuro e se preparando para ele, lendo um livro, fazendo um novo curso, pesquisando um novo negócio, planejando seus passos, enfim dedicando todo seu tempo extra se preparar para colher os frutos do sucesso.

“O verdadeiro amigo não é o que é solidário na desgraça, mas o que suporta seu sucesso”. (Vera Loyola)

Como Lidar com a Inveja 2


A frase dita no post anterior mostra bem o quanto é difícil ao invejoso assimilar o sucesso alheio. Nem sempre admitimos, mas incomoda, porque a comparação é inevitável. Além da sorte, a pessoa tomada pelo sentimento de inveja tem outras explicações para o sucesso do outro: oportunismo, exploração, sonegação fiscal, e outras atividades ilegais. É comum alguém que está enriquecendo ser alvo das más línguas que atribuem o seu sucesso a meios escusos como, narcotráfico, receptação de produtos roubados e a uma série de outras atividades criminosas.
Ao lançar mão destes artifícios, o invejoso engana a si mesmo e consegue dormir em paz sem precisar encarar sua própria incompetência, preguiça e falta de objetivos na vida.
Uma vez um amigo que estava prosperando muito no ramo de fabricação de lingüiça queixou-se de que pessoas ficavam de “olho gordo” nele, dizendo não entender o porque de tanto progresso, insinuando que ele talvez fosse fruto de alguma mágica ilegal. Que essas pessoas viam nele os sinais de riqueza e a melhoria de seu padrão de vida e se sentiam inferiorizados. Porém ninguém o via levantar-se de madrugada e pegar no batente pesado até altas horas da noite.
Esta é uma grande verdade. Quando vemos alguém fazendo sucesso, não devemos invejá-lo, e sim imitá-lo, seguir seu exemplo. Lembre-se daquela antiga frase de pára-choque: “não me inveje, trabalhe”.

Como Lidar com a Inveja 1


Um sentimento que afeta sobremaneira a vida das pessoas é a inveja. Este sentimento vil, mesquinho, dissimulado e sujo, pode se constituir num entrave, tanto para o invejoso quanto para o invejado.
Inveja é aquele sentimento feio do qual nos envergonhamos, e que negamos sentir. Nos impede de ver a luz, o brilho e o talento do outro. Ele nasce da comparação. Ao nos compararmos com o outro nos julgamos inferiores, humilhados e pequenos.
Causa inveja a situação financeira, prestígio, talento, simpatia, etc. É bom não confundir inveja com admiração. Enquanto o segundo é um sentimento saudável e edificante, o primeiro é venenoso e negativo.
O ódio, a maledicência, a calúnia, derivam da inveja, como também o excesso de vanglória. O invejoso utiliza-se de dois mecanismos de defesa: Um deles é , aumentar o significado de seus próprios feitos, exagerar sua próprias realizações. E a outra é tentar diminuir o outro, tirar-lhe o brilho através das críticas e comentários maldosos. Ele adora a igualdade, e não quer que ninguém se sobressaia. Se lhe pedissem que escolhesse entre o próprio sucesso e o fracasso alheio, não hesitaria em escolher o segundo.
“Somos obrigados a acreditar na sorte. Afinal, sem ela, como explicar o sucesso das pessoas que detestamos ?”(J. Cocteau)

Continua…

Quebra Gelo – Abrindo o Coração


Você irá usar: uma pet, uma laranja e uma faca. Passe a laranja e a pet por cada discípulo. Pergunte: Como você colocaria esta laranja dentro da pet ? Cada um terá uma forma diferente, uns falaram que espremeria, outros cortaria em pedacinhos. Após o compartilhar, diga que a laranja simboliza o Espírito Santo, a pet nosso coração, mostre a faca e diga que sera o objeto que vai inserir o Espirito Santo em nós. Explique que a forma correta de colocar a laranja é cortando a pet e colocando-a inteira, assim deve ser conosco. Devemos colocar Jesus por inteiro em nós, não em pedaços ou espremido. Devemos abrir nosso coração por inteiro e deixá-lo agir em nós.

Quebra Gelo – Tira Manchas


Peça a todos para ficarem de pé, faça um círculo, e dê um objeto (pode ser uma bolinha) pra uma pessoa do círculo. Faça a pergunta: O que mancha uma peça de roupa? Quando um responder passa a bolinha para o lado, pode ser respondido vinho, óleo, enfim tudo que pode manchar uma peça de roupa, lembre-se de falar assim “O vinho mancha a roupa”. Passe o objeto até alguem não conseguir algo que manche uma roupa, quando alguem não souber tire-o do círculo. Faça outra pergunta: O que é utilizado para limpar uma mancha de uma peça de roupa? Faça o mesmo processo passando o objeto, pode ser respondido água, sabão em pó, cloro, lembre-se de falar “O sabão limpa a roupa”, quando alguem não souber tire-a do círculo. Ao final faça a terceira pegunta: O que tira a mancha do pecado? Explique aí que quem acertar ganha, a resposta é O sangue de Jesus nos limpa de todo o pecado, quando errar (respondendo oração, jejum, santidade) passe a bolinha, quando alguem acertar termine explicando que existem manchas que são impossíveis de se tirar de um tecido, mas de dentro de nós o sangue de Jesus nos limpa de TODO o pecado.